Loading...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

NWO



































































Um Rebelde Surpresa
O Novo Membro da nWo
No final da década de 90, um grupo de rebeldes com ideais revolucionárias surgia na WCW. Se intitulavam nWo (New World Order) e queriam a todo custo o domínio da WCW. Com atitudes pesadas e maldosas, o grupo se consolidava como a grande sensação do Wrestling mundial.

A nWo teve início quando Hulk Hogan fez seu Heel Turn, em um dos segmentos de maior sucesso da luta livre mundial. Traiu seus amigos, e na companhia Kevin Nash e Scott Hall, deu vida ao personagem Hollywood Hogan. Com essa formação, a nova facção estava formada e com uma incrível base. Três lutadores com grande sucesso na WWE, que na época era a federação rival, e com talentos extraordinários.

Com essas peças e todo o poderio de qualidade, a nWo foi uma das grandes responsáveis pela ascenção da WCW. Em seu início, após o heel turn de Hogan, era o centro das atenções e discussões sobre wrestling. Os membros tinham caráter forte e não se importavam com ningúem. Seus objetivos eram concretos, e nada parecia enfraquecê-los. Eram o Frisson do momento.

Do “outro lado da moeda”, a WWE tentava freiar o monopólio da WCW, para isso era preciso o surgimento de um movimento ainda maior e mais envolvente que a nWo, um grupo forte o bastante para trazer o público da WCW para o lado de Vince McMahon, eis que surge a D-Generation X.

No começo, a DX foi acusada de ser uma cópia e ter inspiração na nWo, porém o próprio Vince McMahon negou isso em diversas ocasiões. Apesar de seus ideais inovadores e rebeldes, eram mais interessantes que o grupo “Original”. Entertiam, e mesmo sendo uma facção de visão heel, conquistou o público rapidamente.

Encabeçada por Triple H e Shawn Michaels, a DX, em meio de “Crotch Crops” e “Suck It’s” foram os responsáveis pela consolidação da Attitude Era na WWE, que levaria a empresa ao topo da preferência mundial, novamente.

Porém, enquanto a DX ia muito bem, com membros inspirados que caíram muito bem no grupo, a nWo começou, em um ritmo desenfreado, convocar novos participantes. Foi dividida em diversas sub-facções, com muita gente compartilhando os mesmos ideais renovadores, de Hogan, Nash e Hall. Era tanta gente que a magia da stable se perdeu, não sendo um selecionado de grandes nomes, e se tornando a federação em si, pois eram poucos os lutadores da WCW a não fazerem parte de alguma nWo existente.



A DX continuou soberana, com bons semgentos e angles envolventes. E a nWo perdendo sua mágia. Até chegar ao ponto de a WWE “comprar” a WCW e seus direitos, assim, alguns lutadores de Ted Turner se tornaram parte integrande do Roster WWE.

Mesmo após essa chocante mudança, a nWo continuou na WWE, agora apenas com Hulk Hogan, Scott Hall e Kevin Nash, a formação original. Porém era visível como Vince Mcmahon queria “queimar” a imagem da Stable, com segmentos humilhantes de backstages, como quando encontraram The Rock após um combate, e em uma atitude digna de Tiete, Hulk Hogan pediu para tirar uma foto com o People Champ, rasgando elogios, mesmo the Rock dando bolhufas para o segmento, e humilhando o grupo, em uma atitude característica de sua parte.

A DX por sua vez, estava momentaneamente acabada. A lesão de Shawn Michaels em uma Casket Match contra Undertaker o lesionou gravemente, deixando muito tempo fora dos ringues, em recuperação. Sem a alma da stable, ela não continuou, deixando a nWo como os rebeldes da vez.

Na Wrestlemania 18 a nWo teve seu fim praticamente anunciado, pois o cabeça da Stable, Hulk Hogan, após perder para The Rock, fez um Face Turn muito aguardando, voltando a ser o bom e velho Hulkster de sempre.

Com tudo conspirando contra a nWo, seu fim era previsto. Sem a imagem marcante e Hulk Hogan, era preciso alguem a altura para dar sobrevida a stable, algo chocante e especial, para movimentar toda a atmosfera mundial de luta livre.

Estamos no ano de 2002. Kevin Nash, tenta uma de suas ultimas jogadas, procurando novos membros para a Stable. O figante vem ao ringue, e avisa a todos que naquela noite, uma nova peça viria para somar e continuar com os ideais da New World Order. Em um momento de tensão e apreensão, Nash fala… “O Novo Membro da nWo é….”

SHAWN MICHAELS.



Público vai ao extasy. Ninguém acredita. Após muita expectativa, “HeartBreak Kid” Shawn Michaels retorna a WWE. Foram 5 anos fora, tratando da lesão sofrida no combate contra Undertaker. E o melhor de tudo, volta membro da nWo, stable que disputou a preferência do público com a DX por muito tempo.

Shawn Michaels foi o primeiro Wrestler membro da nWo a nunca lutar na WCW. Naquela altura, os membros da facção, além de Shawn, eram Nash, Big Show e X-Pac. Essa nova versão da stable revolucionária trouxe um Pop imenso. HBK, que sabe como poucos trazer os holofotes para si, ficou como cabeça do grupo, e teve segmentos muito bacanas, como por exemplo, um que chamava e até chegou a anunciar Triple H como membro da nWo.

Essa nova versão da nWo, das tantas que tiveram, não durou muito tempo. Shawn Michaels soube conduzir muito bem a Stable no pouco tempo que ficou nela, dando uma sobrevida para os objetivos do grupo, mas a nWo é uma idéia que não poderia dar certo na WWE.

Mas o mais importante é a volta triunfante de Shawn Michaels. Em um momento de Nostalgia pura, ver um ícone de volta, após 5 anos, e em uma situaçlão icônica e antes nunca imaginável. Aquele que invaidiu a WCW e fazia o Caos na WWE, atravessou a linha e agora fazia parte do lado negro da força, como membro da nWo. Imagino a reação das pessoas presentes naquela arena, pois creio eu, ninguém tinha idéia de quem seria aquele membro surpresa

Em um Fluxo de idéias, ninguém acreditou no que via, HBK, voltando como membro da nWo, em um momento Nostalgico, e que não tem preço

Nenhum comentário:

Postar um comentário