Loading...

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Ozzy Osbourne: "Bruce Dickinson precisa de um psiquiatra"



















Segundo notícia divulgada no site Blabbermouth.net, o lendário vocalista OZZY OSBOURNE teria concedido entrevista ao biógrafo do Black Sabbath, Joe McIver, para o website do “The Quietus“, onde, dentre outros assuntos, teria tecido comentários pouco elogiosos sobre o também lendário vocalista Bruce Dickinson. Confira alguns trechos abaixo.

The Quietus: Alega-se que em 2005, sua esposa Sharon teria supostamente planejado o incidente em que foram atirados ovos no Iron Maiden enquanto a banda tocava no Ozzfest, devido ao fato de o vocalista Bruce Dickinson ter feito no palco alguns comentários que ela não teria gostado. Qual a sua opinião sobre isso?

Ozzy Osbourne: "Eu não sabia na época, mas toda noite ele subia ao palco e falava coisas me atacando. E isso não era algo legal a se fazer. Se ele não estava gostando da p**** da turnê, deveria ter chegado e falado: 'Estou saindo fora dessa p**** de turnê'. Agora, subir ao palco e me atacar a troco de nada... Eu nunca falei uma única coisa de ruim para ele. O baixista [Steve Harris] veio no último show e disse 'Me desculpe pelo Bruce' e eu fiquei meio como 'Sobre o que diabos você está falando?'. Ninguém tinha me dito nada. Eu falei 'Eu não estou entendendo o que diabos você está falando'.

E assim, Sharon ficou furiosa... aquilo não teve nada a ver comigo. Pra mim, não havia nada o que fazer. Suponho que Sharon tenha ficado irritada. Mas, quer saber? Eles estavam recebendo pra estar lá. Se você tem algo a dizer sobre mim, seja homem. Me encare e diga 'eu acho você um babaca'. Não seja um idiota. Isto é tão pateticamente infantil!

Infelizmente, o restante da banda acabou sofrendo por tabela. Eu suponho que tenham ficado furiosos com ele. Mas uma coisa deve ficar clara: eu nunca, nunca, nunca falei nada com o cara... Aliás, minto. Teve uma noite em que eles estavam prestes a subir ao palco, e eu que não sabia nada do que estava acontecendo, cheguei até eles e disse: 'Tenham um bom show, rapazes'. No entanto, eu não gosto de toda aquela merda que estava acontecendo. Se você não gosta de mim, apenas diga 'eu não gosto de você. Estou tocando no festival, mas acho você um p****'. Tudo bem. Agora, ir até o meu palco e me atacar, isso não é certo. Não vão me atacar enquanto eu pago a eles cada maldita noite."

The Quietus: Foi decepcionante ver as duas maiores bandas do metal britânico em desavença.

Ozzy Osbourne: "Até hoje não entendo o que aconteceu. Simplesmente não entendo. Ir ao Ozzfest e insultar as pessoas… é loucura. Eu realmente acho que ele precisa de um psiquiatra, se ele realmente fez isto. Ele é louco. É uma irresponsabilidade fazer aquilo. Sharon ficou muito irritada com aquele babaca."

The Quietus: Você recentemente iniciou um processo judicial entre você e seu colega de Black Sabbath, Tony Iommi, quanto aos direitos sobre o nome do SABBATH. Isso já está resolvido?

Ozzy Osbourne: "Sim. Foi apenas uma coisa que eu tinha que fazer, pois foi-me indicado que os nomes de bandas como Deep Purple, Black Sabbath e Led Zeppelin são uma marca - como todos os tipos de coisas, vinho, cerveja, roupas, logos - e eu apenas queria garantir a justa parte de cada um nisso, então eu não tinha outra alternativa senão fazê-lo.

The Quietus: "É possível processar alguém e ainda ser amigo dele depois?'

Ozzy Osbourne: "Eu falei com Tony quando eu voltei. Negócios e amizade são coisas completamente diferentes. Eu amo aqueles caras - todos eles."



Nenhum comentário:

Postar um comentário